Verdilhão

Carduelis chloris

Embora a sua presença nos Açores seja conhecida há mais de 100 anos esta espécie nunca conseguiu uma grande implantação no arquipélago, sendo sempre observada em pequeno número, e muito localizadamente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Identificação

Tem aproximadamente o tamanho dum pardal. A sua plumagem é verde nas partes superiores, sendo as suas asas cinzentas com as margens amareladas; a garganta, o peito e o abdómen são amarelados; o bico, curto e grosso, é esbranquiçado; as suas patas são rosadas.

Canto

Chamamento

Em voo

Outro chamamento

Abundância e calendário

Espécie introduzida. Residente. Terá sido introduzida no arquipélago no século XIX, não tendo até à data atingido níveis de abundância que a façam sobressair. Apenas se conhece a sua presença, regular, em São Miguel e na Terceira. Alguns registos – raros – no Faial e no Pico não permitem ainda perceber o estatuto real da espécie nestas ilhas.

Onde observar

Em alguns jardins de Ponta Delgada (ex: Museu Carlos Machado e Jardim António Borges), Sete Cidades (São Miguel), assim como em alguns jardins de Angra do Heroísmo, no Pico da Urze, em São Bartolomeu (Quinta da Vinagreira), na zona das Fontinhas e na Fajã da Serreta (Terceira).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s