Fajã da Serreta

Situada na extremidade Oeste da ilha Terceira, esta pequena fajã passa muitas vezes despercebida, quer por quem visita a ilha, quer pelos autóctones. Não fossem os lavradores que ocupam algumas pastagens, este seria um cantinho perdido e completamente desconhecido. Os vestígios de uma fajã de vinhas e quintas, hoje na sua maioria abandonadas, testemunham uma vivência antiga, hoje perdida. A fajã termina no limite da ilha, separando-a do mar uma costa alta, escarpada e de cores fortes, certamente uma das mais bonitas da Terceira.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para além das pastagens e quintas abandonadas abunda uma densa floresta de exóticas, destancando-se nesta o metrosídero, que aqui se assume como a principal invasora.

Sob a influência dos humores marítimos resistem ainda algumas manchas de laurissilva costeira, com faias (Morella faya), paus-brancos (Picconia azorica) e vassouras (Erica azorica).

Mas falando de aves, que é para isso que aqui estamos, a Fajã da Serreta é um local excepcional para a prática do birdwatching de espécies residentes. O clima ameno e a abundância de alimento tornam este local um sitío de eleição da passarada. A existência de uma antiga fonte, com água permanente, cria o local ideal para a fotografia de passeriformes. Não existe passarinho nas redondezas que não vá aí beber água ou tomar o seu “banho de beleza”.

Este local é ideal para caminharmos tranquilamente, pararmos, observarmos e fotografarmos as aves residentes. Podemos ainda deixar-nos ficar até ao anoitecer, e  escutar um céu carregado de cagarros, espécie que escolhe estas falésias costeiras para nidificar. E, quem sabe, há sempre a possibilidade de uma raridade. Continuo a ter fé que um dia, numa das minhas deambulações, me cruze por ali com um passeriforme americano.

Especialidades: bom local, sobretudo para observar espécies residentes, onde se destacam: cagarro, melro, lavandeira, vinagreira, toutinegra dos Açores, estorninho dos Açores, canário-da-terra, tentilhão dos Açores, pardal-comum, gaivota-de-patas-amarelas, pombo-das-rochas, pombo-torcaz dos Açores.

Outras espécies: milhafre, codorniz dos Açores, perdiz-vermelha, pintassilgo, verdilhão, bico-de-lacre.

Raridades: coruja-do-nabal, mariquita-de-coroa-ruiva.

Visita: O acesso a partir de Angra do Heroísmo, no sentido da Serreta, é fácil (cerca de 20 km). Segue sempre pela estrada regional até ao fim da freguesia da Serreta. No fim das casas, vire no caminho à esquerda, de acesso ao farol e à ponta da Serreta. Desça cerca de 600m e vai encontrar à direita um caminho de terra batida; vire e siga por este, durante cerca de 800m, e estará na Fajã da Serreta. De notar que o caminho por este lado nem sempre está nas melhores condições. Pode querer deixar o carro estacionado e seguir a pé. É um bom passeio e pode começar logo as suas obervações. Uma segunda opção é entrar pela outra extremidade da fajã. Neste caso, siga sempre passando a mata da Serreta até chegar ao miradouro do Raminho à sua esquerda. Vire aqui e à esquerda encontrará o caminho de terra batida que desce até à fajã.

Concelho: Angra do Heroísmo

Distrito: Açores

Aqui perto: Serra de Santa Bárbara, Biscoitos

Uma resposta a Fajã da Serreta

  1. A 2014-02-01, sábado, fui com marido e filho visitar a Fajã da Serreta. Descemos a canada do Biscoito da Fajã até ao cruzamento e seguimos a pé, em renovado piso de bagacina vermelha, até ao Miradouro do Raminho. Retormámos, a pé, o caminho da Mata da Serreta até ao ponto de partida. Recomendo a visita aos amantes do fascínio natural encantado de imagens únicas de onde pudemos tecer histórias de sonho. Boa viagem com amor ao ambiente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s