Mosteiros

Mais conhecida pelas suas piscinas naturais, esta freguesia de Ponta Delgada, situada na ponta Ocidental de São Miguel e na base do complexo vulcânico das Sete Cidades é um dos melhores locais da ilha para a observação de aves invernantes, principalmente limícolas.

Mosteiros: uma das zonas costeiras de São Miguel mais procuradas pelos turistas e pelas raridades

Especialidades: garajau, ganso-patola, cagarro, garça-branca-pequena, rola-do-mar, borrelho-grande-de-coleira, perna-vermelha, maçarico-galego, gaivota-de-patas-amarelas.

Outras espécies: tarambola-cinzenta, seixoeira, pilrito-de-peito-preto, pilrito-pequeno, pilrito-das-praias, vinagreira, toutinegra-dos-Açores, lavandeira, canário-da-terra, pintassilgo, pardal, estorninho dos Açores, milhafre, pombo-das-rochas.

Raridades: corvo-marinho-de-orelhas, moleiro-grande, águia-pesqueira, falcão-peregrino, borrelho-semipalmado, maçarico-real, pilrito-escuro, pilrito de Bonaparte, pilrito-rasteirinho, combatente, maçarico-das-rochas, maçarico-pintado, fuselo.

Visita: Para chegar aos Mosteiros afiguram-se dois itinerários principais, vindo de Ponta Delgada pela EN 1 – 1A ou desde as Sete Cidades, pela EN 9 – 1A. Chegando ao centro da freguesia deve seguir as indicações para as piscinas naturais (zona balnear). Atravessará assim uma recta (aproximadamente 800 m) em direcção a norte até chegar junto do Mar. Aí pode começar a procurar cagarros, no mar alto, ou garajaus, mais junto à costa, no caso de a visita decorrer durante a época de nidificação destes migradores estivais. Pousadas nas rochas vulcânicas costumam estar gaivotas, por isso olho atento a alguma espécie menos comum! Seguindo caminho a pé pela costa, dirigindo-se para sul, encontrará plataformas de rochas vulcânicas com poças de água, ideais para a alimentação e repouso de limícolas. Perscrutar bem todos os centímetros para que nenhum indivíduo lhe
escape e é garantido que encontrará nesta zona espécies interessantes. Depois de cerca de 600 m de rocha chegará a um pequeno pontão, abrigo do porto de pesca. Na baía adjacente é habitual a presença de vários maçaricos-galegos, bem como de outras limícolas. Seguindo viagem, agora de carro, atravessará uma pequena rua ladeada de casas em direcção à praia de areia.

Chegando aí atente bem à linha costeira pois poderá haver mais a registar do que rolas-do-mar. Caso seja portador, não se esqueça de apontar o telescópio para os ilhéus ao largo pois, para além de várias gaivotas, é possível por vezes avistar aí corvos-marinhos. Aconselha-se a visita a este local dentro do período de baixa-mar, aumentando assim a possibilidade de observar um maior número de espécies de limícolas.

Melhor época: Setembro a Março

Ilha: São Miguel

Concelho: Ponta Delgada

Aqui perto: Sete Cidades

Anúncios